Cópia de Cópia de 821px × 488px – Design sem nome

Quem são os microinfluenciadores e o que podem fazer por sua marca?

Quando as empresas pensam em marketing de influência é comum mirar em influenciadores com centenas de milhares ou mesmo milhões de seguidores nas redes sociais, sobretudo as personalidades e os canais mais conhecidos do grande público. Porém, nem sempre esta é a melhor estratégia. Uma boa solução, muitas vezes, é se concentrar nos chamados microinfluenciadores, que demandam investimentos menores e podem gerar um retorno em divulgação muito mais efetivo. Mas quem são eles?

 

O microinfluenciador é um usuário das redes sociais com número relativamente baixo de seguidores, até no máximo 10 mil. Esta cifra, contudo, não é o dado mais importante ao se analisar a importância de um microinfluenciador para uma ação de marketing. Diferentemente das celebridades e dos canais com milhões de seguidores, que garantem grande visibilidade e alcance entre um público bastante heterogêneo, o microinfluenciador atinge um número pequeno de pessoas em um grupo altamente homogêneo, de modo que sua divulgação pode ser muito mais certeira. Tudo depende da estratégia desenvolvida e o público alvo que se deseja atingir.

 

Por exemplo, se uma marca pretende divulgar a abertura de uma loja de bairro com artigos de decoração, o microinfluenciador mais adequado para uma ação de marketing é um morador desta região, especialista em decoração e que costuma comentar sobre suas experiências com marcas deste segmento nas redes sociais. Neste caso, a proximidade no relacionamento com seus seguidores e a autoridade sobre decoração tornam este influenciador uma fonte muito mais relevante do que uma celebridade distante, com interesses diversos e um público de seguidores com perfis variados.

 

Antes de escolher entre macro ou microinfluenciadores para uma ação de marketing, portanto, devemos nos perguntar: quais os objetivos da campanha? A meta é atingir o maior número possível de pessoas através de um canal de grande alcance ou dialogar com um público segmentado por meio de alguém com maior credibilidade, relevância e intimidade em relação aos seus seguidores? Se a estratégia for pela segunda opção, o trabalho com os microinfluenciadores certamente terá resultados melhores, mais positivos, assertivos e certeiros.

Cópia de 821px × 488px – Design sem nome

Saiba os 4 passos para escolher o influenciador digital ideal para sua marca

O marketing de influência é uma das tendências mais importantes e que mais crescem no mundo. O modo como as pessoas consomem informação mudou, as plataformas digitais trouxeram à tona o poder de personagens que até então não eram pensados ao criar uma campanha de marketing: o influenciador digital.

Blogueiros, youtubers, celebridades ou fãs de assuntos específicos tornaram-se peças importantes para estratégias de grandes marcas, mas como escolher o personagem certo para ser o embaixador da sua marca? Além de encontrar as métricas exatas para a sua campanha, o processo de escolha tem muita importância e define todo o propósito do projeto.  Separamos aqui algumas dicas simples para não errar nessa escolha:

1- Defina o Objetivo

Na fase de planejamento é importante definir qual o objetivo da marca. Assim é mais assertivo definir os próximos passos e direcionar o influenciador.

Tipos de Objetivos:

  • Aumentar a visibilidade da marca
  • Reforçar o posicionamento
  • Vendas

2 – Pesquise

Descubra o que seu consumidor gosta, que tipo de conteúdo ele acessa, quais plataformas e assuntos relacionados. Algumas ferramentas gratuitas como o Facebooks Insights podem dar algumas informações relevantes.

3 – Entenda o processo de compra do seu consumidor

Saber a jornada de compra do seu consumidor vai ajudar a entender que tipo de influenciador poderá ser usada em determinada etapa. Sabemos que a jornada inicia-se na descoberta (awareness), quando o consumidor descobre a necessidade, ou seja ele precisa conhecer a sua marca . Nesta etapa o ideal é utilizar-se de influenciadores de massa como celebridades ou youtubers com grande número de seguidores.

A segunda etapa é a consideração, onde o consumidor está avaliando qual a melhor solução para a sua necessidade. Nesta etapa escolha influenciadores que possam ser mais especialistas e que falem diretamente com seu público alvo.

A última etapa é a de decisão, nessa etapa final é importante ser mais assertivo e utilizar micro influenciadores, pois atingem um nicho específico e a conversão é mais rápida.

4 – Defina a melhor estratégia para a marca

Após definir qual o influenciador ideal para a sua marca é importante planejar a  ação de forma que o seu público se identifique com ela assim e que tenha o engajamento desejado . Encontros, vídeos, stories ou publiposts, pesquise antes que tipo de conteúdo poderá engajar melhor o seu consumidor.

Design sem nome (27)

A hora e a vez do marketing de influência

Um em cada quatro usuários da internet já usam em seus navegadores de desktop bloqueadores de anúncio. Entre os dispositivos móveis, são 15% os que usam recursos para impedir a exibição de propagandas nos sites visitados. E a tendência para os próximos anos é que ambos os números aumentem.

Segundo as pesquisas realizadas pela Nielsen e a Revista Entrepeneur, até 2020 a expectativa é de que as marcas no mundo todo deixem de faturar US$ 12 bilhões por conta dos bloqueadores de adds. Como o valor estimado será compensando por outros meios de divulgação que deverão abocanhar essa fatia do mercado, isso significa que o marketing de influência terá uma relevância estratégica ainda maior para as empresas que se posicionam no meio digital.

O principal fator para o crescimento do marketing de influência em relação às propagandas tradicionais está na mudança de comportamento dos consumidores. De fato, 92% deles tende a confiar muito mais em recomendações de produtos feitas por pessoas do que por marcas, mesmo se forem pessoas que elas não conhecem. E é aí que entram os influenciadores digitais.

Considerando que 90% dos internautas usam as redes sociais e seguem influenciadores dos mais diversos segmentos, são inúmeras as possibilidades de ações de marketing para se atingir o público final através destes canais. Afinal, uma campanha bem planejada, valendo-se do bom relacionamento com os influenciadores certos, irá de encontro ao conteúdo de maior credibilidade que atrai os consumidores, atingindo assim os melhores resultados.

 

Design sem nome (26)

Campanhas com Influenciadores: melhores métricas para analisar os resultados

As ações de Marketing de Influência já se consolidaram como grandes estratégias para as marcas conquistarem resultados de alcance e fidelização de clientes. Atualmente é uma das tendências mais fortes e seguirá em alta nos próximos anos. Porém ao projetarem suas ações ou fazer contato com os influenciadores, muitas marcas esquecem o quão importante é a mensuração de resultados.

Afinal, quais são as métricas que você precisa?

Métricas são os indicadores que mostram os impactos das suas ações. No Marketing de Influência, as métricas podem ser diversas. Mas antes de vê-las precisamos definir na fase de Planejamento de uma campanha os objetivos que se quer alcançar, e de acordo com eles traçar os resultados que você precisa.

Através dos seus objetivos você pode direcionar a escolha desses influenciadores. Por exemplo, se o objetivo da ação é maior alcance, deve-se buscar influenciadores de massa como celebridades, porém se o objetivo for venda, os micro influenciadores ou influenciadores de nicho são os mais indicados. Destacamos abaixo os principais objetivos e quais são as métricas necessárias para medir a sua ação:

Brand Awareness

É o alcance da sua marca, ou seja, o número de pessoas que terá contato com ela através do influenciador. Os indicadores são:

  • Visitantes e pageviews do site
  • Visualizações de vídeo
  • Cliques no link
  • Links de referência para a página

 

Engajamento

Se a ação tem a meta de gerar interação e melhorar a percepção de marca, as métricas devem mostrar o nível de envolvimento do público trazido pelos influenciadores. Acompanhe:

  • Comentários no blog
  • Interações nas redes sociais (comentar, compartilhar/repostar/retweetar, reagir, etc.)
  • Menções à marca nas redes sociais
  • Tempo de permanência na página

 

Geração de Leads

Quando o objetivo é gerar leads pra empresa, as métricas identificam a conversão de potenciais clientes em oportunidades de negócio pra marca. Por exemplo:

  • Formulários preenchidos
  • Downloads de materiais
  • Inscrições em webinars
  • Assinaturas de newsletter ou e-mail marketing
  • Taxa de conversão de visitantes em leads
  • Custo por Lead (CPL)

 

Vendas

Quando você quer que os influenciadores direcionem o público para compra deve monitorar as métricas relacionadas às vendas:

  • Vendas (e-commerce e loja física)
  • Receita
  • Ticket médio
  • Custo de Aquisição de Clientes (CAC)

 

Retenção de clientes

Quando o seu foco é fidelizar os clientes atuais, as métricas para esse objetivo deve mostrar se os clientes estão retornando a partir da indicação dos influenciadores. Alguns exemplos:

  • Taxa de recompra
  • Taxa de renovação de assinatura
  • Custo de Retenção de Clientes (CRC)
  • Lifetime Value (LTV)
  • Receita de upsell e cross-sell

Entendendo seus objetivos e as métricas para mensurar seu resultados no Marketing de Influência, você poderá medir suas ações e potencializá-las além de trazer muito mais resultados para a sua marca.

Design sem nome (25)

Como se relacionar com os influenciadores digitais?

O marketing de influência tem sido uma das principais ferramentas para a divulgação das marcas nestes últimos anos. Ao atingir os influenciadores que o público alvo acompanha fielmente nas redes sociais, as empresas conseguem se propagar de maneira mais orgânica e eficiente. Afinal, a mensagem divulgada deste modo chega ao seguidor como se fosse a dica de um amigo próximo sobre um produto, um serviço ou uma novidade qualquer, o que torna sua credibilidade e seu impacto muito maior do que uma propaganda tradicional. Mas como se encontra e se aborda os influenciadores certos para cada divulgação?

O primeiro passo é definir o público alvo que se deseja atingir. Por exemplo: se a campanha é sobre passeio para se fazer em família com crianças, o foco serão as mães e os pais com filhos pequenos, que acompanham redes sociais voltados para este segmento. Neste caso, um canal com dicas de passeios românticos para jovens casais não é o mais adequado. Definir o público alvo, portanto, restringe o perfil de influenciadores a serem abordados. E para selecioná-los é preciso conhecê-los: saber quais são os seus interesses, o que gostam de publicar, como interagem com seus seguidores e quais suas particularidades, entre outras informações.

Daí a importância de acompanhar influenciadores de diferentes segmentos e públicos, estabelecendo com cada um deles uma relação de troca, que vá além de segui-lo nas redes sociais e interagir com suas publicações. Este relacionamento mútuo deve se desenvolver de maneira natural, porém, seguindo um planejamento para que o contato não fique esquecido. Mandar regularmente kits com produtos, convites para eventos, atender solicitações e estar disponível para possíveis pautas são detalhes que, ao longo do tempo, contam pontos ao seu favor na hora de abordar o influenciador certo para uma nova divulgação

Design sem nome (3)

Universo pet: 3 dicas de comunicação para ampliar o potencial de vendas

O famoso ditado que o animal de estimação é o melhor amigo do homem já extrapolou a relação de amizade com os seres humanos. Hoje, são verdadeiros e íntimos integrantes das famílias. Com esse status, representam amplo potencial de mercado, representando 130 milhões de pet em todo país.

Porém, ainda são poucas as marcas do setor que se comunicam de forma eficiente para posicionar a empresa no mercado, apresentar diferenciais e promover engajamento para vender mais. Um fator pouco observado pelas empresas é a mudança no perfil de compra e perfil de consumo de mídia. O uso sistemático de dispositivos móveis faz com que se abra uma oportunidade imensa para empresas, sobretudo as pequenas e médias, que nem sempre têm acesso à publicidade tradicional. Entre elas, estratégias de divulgação e ações de experiência ou parcerias com influenciadores digitais, youtubers, blogueiros e celebridades da internet geram resultados mais efetivos e significativos que os tradicionais meios publicitários.

Essa nova tendência não pode ser ignorada pelas marcas. O argumento para isso: 76% dos internautas brasileiros têm animal de estimação. É um público enorme, que navega em sites e redes sociais aproximadamente 14 horas por dia, de acordo com pesquisas. E melhor: é suscetível a qualquer produto que faça seu pet feliz.

Por isso, sugerimos três dicas de comunicação fundamentais para que sua empresa, produto ou serviço ganhe relevância e amplie o potencial de vendas.

 

1 – Embaixadores da marca

O desenvolvimento de campanhas por meio de embaixadores é usada para promover produtos, criar identificação e difundir o lifestyle da empresa no meio digital. Pode ser uma loja pet, uma marca de ração, o design de uma roupa para animais de estimação ou acessórios. Não importa! Se aplicada a estratégica correta, haverá divulgação espontânea com clientes que se identificam com o produto ou serviço. Mas, lembre-se: você deve ser peça ativa na comunicação interagindo, respondendo a seus consumidores e tornando a propagação da campanha ainda maior e mais efetiva. Essa é uma estratégia fundamental de relacionamento. Saiba que pesquisas apontam que 85% dos consumidores pesquisam e são influenciados antes da compra de produtos e serviços pet.

2 – Uso inteligente de seus canais digitais

As redes sociais, seu site ou e-commerce devem ser utilizados de forma criativa, não apenas com postagens rotineiras. Por exemplo, uma foto publicada pode ter um código de desconto que sua marca disponibiliza e, por meio dela, você pode mensurar quantas vendas surgiram.  Outra dica é apresentar testes com seu produto e dar feedbacks constantes para o consumidor a partir de postagens em sua time line. Lembre-se: apostar em relacionamento com o consumidor continua sendo a melhor estratégia de marketing para as empresas do mercado pet. Confiar o cuidado do animal de estimação à uma empresa não é fácil, então lealdade e segurança são fatores procurados pelos tutores. Eles procuram relacionamentos de longo prazo com a empresa, uma conexão emotiva. Vale reforçar que mais da metade dos donos de animais pet são fies à marca.

3 – Vídeos

Os vídeos são uma excelente maneira de divulgar produtos e serviços aos clientes. Eles aumentam o engajamento com a audiência, inclusive utilizando transmissões ao vivo. Mas, cuidado: aposte na qualidade de conteúdo, pois isso fará toda diferença. Você utilizá-los para falar sobre promoções, mostrar resultados de tratamentos veterinários, apresentar o seu espaço, etc.

Lembre-se: o segredo se resume em cinco palavras mágicas: criatividade + estratégia + conteúdo + conexão emocional e mensuração.

Tiago Costa, jornalista, especializado em Comunicação Corporativa e sócio da Agência DUE, de Porto Alegre.

Design sem nome (22)

Omnichannel: entenda a nova jornada de compra do seu consumidor

O processo de decisão de compra mudou. Se antes a televisão ou promoções no ponto de venda eram extremamente decisivas para o cliente adquirir algum item de consumo, hoje os touchpoints estão cada vez mais virtuais.

O Google atualmente é o principal touchpoint escolhido pela maioria dos consumidores. O processo é quase instantâneo: a necessidade de compra surge, porém antes da compra o usuário saca o seu celular e faz uma pesquisa de preço, lê resenhas e experiência de outros usuários.

A grande tendência do mercado mostra que o consumidor omnichannel usa todos os canais simultaneamente nesse processo – on e off .  Apesar do e-commerce ter um grande crescimento no mercado brasileiro (cerca de 12% em 2017  e tiquet médio de R$ 294,00 de acordo com a ABComm),  a jornada do consumidor na maioria das vezes termina na loja física.  Um dos grandes motivos é a necessidade de ter o produto na hora, ou a experiência sensorial com o produto.

A grande pergunta é: o que a sua marca pode fazer para aproveitar melhor o que esses touchpoints online oferecem antes de receber seu consumidor no ponto de venda ?

Separamos aqui algumas dicas importantes:

 

Esteja presente

 

Não basta ter um site informando o preço do seu produto ou tudo o que ele pode fazer.  Seja omnichannel, ou seja,  multiplataforma. As marcas que estão  presentes na maioria das etapas do processo de compra tem mais chance de alcançar a conversão. Por exemplo, se você trabalha em uma rede de hotéis, entenda quais os canais que as pessoas buscam e dicas e roteiros para a sua próxima férias.

 

Tenha uma boa reputação

 

Saiba o que os usuários estão falando da sua marca na internet e  qual a sua reputação em plataformas de avaliação como o Reclame Aqui, Trivago e redes sociais.  Monitore sua marca  constantemente .

 

Tenha embaixadores para a sua marca

O marketing de influência é uma das estratégias que estão sendo mais usadas pelas empresas nos últimos anos. Diversas marcas procuram embaixadores com os quais o seu público se identifica para além de indicar, mostrar a sua experiência de usuário.

 

Tenha o seu staff bem treinado

Se você já fez toda a lição de casa nas diversas plataformas, precisa preparar seu time de vendas para que as informações on e off conversem entre si. Prepare o seu vendedor para saber que campanhas on line estão acontecendo, qual digital influencer indica a marca, o que as pessoas estão falando sobre o produto nas redes sociais. Saiba que você irá receber um consumidor muito bem informado,  então prepare-se

Para o consumidor, a barreira entre on e off não existe mais, as marcas que querem estabelecer um relacionamento com o seu público, precisam entender o processo de decisão de compra como um todo e se conectar de verdade, buscando não apenas vender um produto, mas entendendo como ele vai resolver um problema ou necessidade real na sua vida.  Pare agora e pense que tipo de informações e conteúdo on line a sua marca está deixando para seu futuro comprador. Se for relevante, informativo e o ajudar a responder suas dúvidas, você está no caminho certo.

Marina Alano-  Gerente na Agência DUE. Administradora e pós graduada em Marketing Digital.

 

Design sem nome (15)

Agência DUE assume Assessoria da Wichmann & Bidon Corretora de Seguros

A Agência DUE conquistou a conta da Wichmann & Bidon Corretora de Seguros para o trabalho de assessoria de imprensa regional. O projeto de divulgação realizado pela DUE será focalizado na marca Wichmann Redes no estado do Rio Grande do Sul, podendo expandir para Região Sul e futuramente para todo o Brasil. Além disso, também será trabalhada a figura do corretor Marluz Felipe Wichmann, diretor da Wichmann, como um empreendedor que traz diferenciais ao mercado segurador.

O objetivo da divulgação, neste primeiro momento, consistirá em promover a marca do cliente no cenário regional, mostrando um diferencial inovador no setor de seguros, para que as empresas e o público alvo identifiquem através das publicações uma possível parceria com a Rede Wichmann. “Para atingir nossas metas, vamos aproveitar toda a expertise de mais de uma década da DUE atuando como assessoria de imprensa e o amplo acesso que possuímos nas praças do interior, potencializando assim a divulgação da Wichmann”, explica Tiago Costa, diretor de atendimento da Agência DUE.

Com mais de 28 anos de experiência no mercado segurador, a Wichmann & Bidon Corretora de Seguros conta atualmente com mais de 200 unidades na modalidade de franquias espalhadas por todo o Brasil e 30 unidades na modalidade de redes conveniadas no Rio Grande do Sul. A Wichmann possui mais de 30 seguradoras parceiras, para oferecer o melhor produto aos seus clientes, alinhando ao melhor atendimento e o melhor preço.

 

 

Design sem nome (16)

Assessoria de Imprensa e a nova era da experiência

Na era digital, o conteúdo de qualidade e de relevância é apenas um dos aspectos que o assessor de imprensa deve considerar ao divulgar empresas do segmento de lazer e de entretenimento, como é o caso dos parques de diversão. Acima de tudo, é preciso proporcionar experiências para a mídia, criando vínculos afetivos e duradouros entre os parques e os editores e blogueiros de interesse. Hoje, com a Assessoria 2.0, muitas coberturas acontecem em tempo real, in loco e de maneira imediata, de modo que causar um impacto positivo pode fazer toda a diferença para se alcançar os melhores resultados na divulgação.

Agência pioneira na realização de Famtours para imprensa desde a época em que os veículos eram dominados pelas revistas e jornais, a Agência DUE adaptou este modelo de divulgação, convidando blogueiros, influencers e outros veículos de grande impacto para visitas e ações especiais em parques de Canela e de Gramado, incluindo o Alpen Park, os Bondinhos Aéreos Parques da Serra e a Terra Mágica Florybal. Para encantar os convidados e ampliar a promoção das marcas, a DUE sempre procura criar experiências marcantes, inovadoras e personalizadas.

Cada evento e cada parque devem ser pensados separadamente, de acordo com o público alvo que se pretende atingir, as novidades divulgadas e os canais mais adequados. Com um planejamento bem elaborado, as melhores parcerias e as estratégias certas para uma experiência memorável, o potencial para a divulgação é extraordinário, abrindo um enorme leque de possibilidades para os parques.

Design sem nome (17)

Agência DUE conquista conta da Ibasa

A Ibasa, um dos mais conceituados laboratórios de medicamentos veterinários para animais de pequeno e grande porte no Brasil, é o novo cliente de assessoria de imprensa da Agência DUE. O trabalho da DUE englobará a divulgação de produtos, valores e posicionamento institucional da Ibasa com foco em veículos de abrangência nacional e regional, incluindo revistas, sites e blogs do segmento pet e veterinária, além dos influenciadores nas redes sociais. A agência desenvolverá ações de divulgação e relacionamento, e também ficará responsável pelo conteúdo dos informativos da Ibasa, enviado para as equipes do setor comercial, que tem atuação em todo o Brasil.

“Queremos aproveitar a nossa ampla expertise com a imprensa, e o relacionamento com os mais variados canais, para ampliar o potencial de divulgação da Ibasa, uma empresa de renome no meio veterinário, com produtos de primeira linha no mercado. Estamos muito empolgados com essa parceria e vamos atuar em todas frentes para evidenciar ainda mais a marca Ibasa na mídia nacional” observa Tiago Costa, diretor da DUE. Segundo ele, a agência realizará diversas ações com a mídia nos próximos meses, divulgando lançamentos e as novidades da Ibasa, e promovendo eventos para aproximar os mercados de interesse do cliente.

Com sede em Porto Alegre, a Agência DUE atua há 11 anos na área de comunicação estratégica, assessoria de imprensa 2.0 e marketing digital. Atende marcas nacionais como Sanremo, do Grupo Inbetta; DMD Participações, Divine Chocolates, GreenOpen, Ordene, Grupo Brocker, Alpen Park, Bondinhos Aéreos Parques da Serra, entre outras.

 

Design sem nome (2)

De que forma os influenciadores podem divulgar sua marca?

Já escrevemos aqui no blog sobre as mudanças nos meios de comunicação com o avanço das redes sociais e o papel da assessoria de imprensa para ajudar o marketing das empresas a se divulgarem neste novo cenário. Agora, vamos destacar especificamente a importância dos influenciadores digitais na promoção das marcas.

Ao se trabalhar com este público, o primeiro passo é saber identificar os influenciadores mais adequados para uma divulgação eficiente, de acordo com o segmento de sua empresa, sua área de atuação, seus lançamentos e seus produtos. Ou seja, o conteúdo produzido pelo influenciador deve estar alinhado com o que se pretende promover. E não basta apenas selecionar os canais com maior número de seguidores, curtidas e comentários nas redes sociais. É preciso realizar uma análise criteriosa sobre os interesses de cada influenciador, observar os tipos de publicação que ele costuma priorizar, analisar o público que o segue e como se dá a interação dele com estes seguidores.

Depois de selecionar os perfis mais adequados, devem ser desenvolvidas ações periódicas de relacionamento, com envio de releases, press kits, novidades e convites para eventos. Essa interação entre a marca e o influenciador precisa se basear em conteúdo relevante, desenvolvimento de ações diferenciadas e relacionamento personalizado, para que, com o tempo, e o influenciador venha a se tornar um promotor marca.

Ao criar este elo, a empresa estará abrindo portas de acesso a um público bastante amplo, especializado e ávido por novidades. Além disso, o conteúdo divulgado pelo influenciador tem enorme abrangência, relevância e, principalmente, credibilidade entre os seus seguidores. Portanto, a marca que cria uma boa relação com influenciadores também estabelece uma boa relação com seus consumidores, fidelizando quem já conhece seus produtos, conquistando novos clientes e despertando positivamente a atenção de um mercado potencial.

foto blog

O que esperamos para esse ano do Instagram?

Com as atualizações das redes sociais, já começamos 2018 com algumas mudanças, principalmente no alcance orgânico das publicações nas redes sociais. Sabemos que no Marketing Digital, o Instagram é fundamental para a visibilidade da marca, interação com usuários e aumento de engajamento do público com a empresa.

No Brasil, em 2017, das 700 milhões de pessoas que acessaram o Instagram em cada mês do ano, 45 milhões delas estão em nosso país, representando quase um quarto da nossa população e além disso, aqui é o maior mercado do aplicativo fora dos Estados Unidos.

Desde 2012, a rede social mudou muito, passando de uma das primeiras redes sociais exclusivamente para acesso direto de um celular ao visualizar publicações no próprio desktop, porém mesmo assim seu formato continua sendo voltado para dispositivos móveis.

Hoje é possível postar fotos com proporções diferentes, além de vídeos e Stories com diversas interações como GIFS, por exemplo.

Mas afinal, o que podemos esperar para o ano de 2018?

Transmissões ao vivo
Programar transmissões ao vivo em seu planejamento é uma aposta alta e certeira. Além de você poder visualizar em tempo real quem está acompanhando a transmissão e ter a possibilidade de interagir com as pessoas que estão assistindo, o público tem acesso a ela após a transmissão ser encerrada, pois ela fica disponível nos Stories, dando a opção para o usuário visualizar tanto os Stories postados como a transmissão que foi realizada anteriormente, deixando disponíveis também pelas próximas 24 horas.

Engajamento
Como já podemos perceber em 2017, o engajamento ficou cada vez mais complicado de se obter e em 2018 não será diferente. O Instagram vai restringir a exposição da sua conta com base no envolvimento da página. Isso significa que comentários curtos como “gostei”, “quero” ou até mesmo “amei” não serão contabilizados como engajamento, o que deixa a publicação perder relevância no feed dos usuários que seguem a página. Mas para amenizar esse “desequilíbrio”, a plataforma contabilizará comentários que tragam mais envolvimento do público, ou seja, comentários relevantes e que realmente agregam a publicação. Para que isso aconteça, o comentário terá que conter quatro palavras ou mais para contabilizar de fato em seu engajamento.

Invista em conteúdo nos Stories
Use e abuse dessa ferramenta, faça com que seu perfil seja visto pelos seus usuários. Utilize as opções que a plataforma está disponibilizando, brinque com os gifs e as fontes, faça boomerangs, use os filtros, aproveite que agora é possível enviar fotos com formatos diferentes e não deixe de fora nenhum momento da sua marca. Responda sempre as interações feitas com seus clientes, esteja ativo e presente na vida do seu público.

Repost de conteúdos
A plataforma está prometendo trazer um botão para repostar conteúdos, deixando os usuários mais acomodados com a rede social, descartando o uso de outros aplicativos para realizar essa função. Isso facilitará (e muito) o compartilhamento de conteúdos postados por outras pessoas em seu próprio perfil.

Arquivar Stories
Outra novidade que a rede está prometendo para 2018 nos Stories é a possibilidade de arquivar tudo o que você postou em uma pasta pessoal no aplicativo sem precisar baixar os arquivos que você gosta em seu celular. Isso fará com que você não perca nenhum momento que você capturou e não precisará comprometer a memória de seu aparelho.

Gostaram das novidades? Essas são somente algumas que estarão presentes nesse ano. No blog da Agência DUE você fica por dentro de tudo isso e muito mais! Não fique por fora das nossas publicações, assine a nossa newsletter e adquira todas as novidades do Marketing Digital.

escopo imagem blog due

Confira as tendências de design para 2018

A cultura visual diz respeito aos hábitos, processos e costumes visuais de um povo. Ou seja, é determinado modo de ver que muda de acordo com os grupos sociais e a época em que se vê o mundo. Ela está no cinema, na moda, na televisão, na internet, entre outros, e está em constante transformação. Com o design não é diferente e os elementos utilizados para um “bom design” devem acompanhar um certo espírito do tempo para comunicar-se com as pessoas. Para isso, identificar e utilizar tendências de design pode ser um diferencial para as marcas, por exemplo, na medida em que permite que elas se posicionem de forma assertiva no mercado em que atuam.

Então, definir um período de tempo pode ser necessário para se pensar acerca das próximas tendências de cores, tipografias e imagens que serão usadas pelos designers. E aqui estão as tendências identificadas no design para 2018:

Degradê

pasted image 0

Due_Jan_2018_INSTA

Kinect Design

Fonte: Studio Feixen

Tipografia Disjuntiva e Fotografia

Due_Instagram

Integração entre tipografia e imagem

Due_Instagram3

bannersite

Tipografia como moldura

Due_Instagr3

Due_Fev_2018tudoCores do ano

pasted image 0 (1)

Due_Instagram_akjsdjf

Duotones

pasted image 0 (2)

pasted image 0 (3)

Tendo isso em vista, é necessário sublinhar que as tendências na cultura visual tem que se adaptar ao contexto do grupo social onde estão inseridos. Por isso, cada recurso de design deve ser usado de acordo com a cultura empresarial das marcas e do tipo de linguagem que seu público consome, adaptando-se de acordo com o contexto comunicativo.

escopo imagem blog due

3 tendências para as redes sociais em 2018

Com o avanço dos acessos na internet, o marketing digital cresceu muito nos últimos anos e com ele o uso das redes sociais também. Além do surgimento de novas plataformas, vemos e vivemos com constantemente atualizações nas redes sociais que conhecemos, novas ferramentas e botões surgem durante o ano e o público vem se adaptando e aprendendo novas formas de se comunicar.

Mas você sabe quais redes cresceram mais em 2017?

As redes sociais com mais usuários no mundo ficam por conta do Facebook, Youtube e Instagram, respectivamente. São mais de 2.061.000.000 ativos somente no Facebook. Por isso, as marcas devem, estar atentas e investirem nesse canal de comunicação para o crescimento de suas marcas.

E as tendências para 2018, como ficam?

Facebook consolidado como plataforma de vídeo

A rede social continua tendo papel muito importante na comunicação de pequenas, médias e grandes empresas. Podemos perceber que ela vem sendo abastecidas pelas marcas, ainda que de modo tímido, com produção de vídeos. Em agosto de 2017 foi lançada a plataforma autoral da rede para algumas pessoas nos Estados Unidos, o Watch, o plano é que ele seja levado a todos os usuários em breve. O recurso permite que os usuários assistam a programas originais completos enquanto interagem na rede social, como um híbrido de YouTube e Netflix.

Stories ampliado como divulgador de produtos e serviços

O Stories se tornou uma referência mundial em vídeos curtos. Além dos usuários estarem utilizando muito a ferramenta, as marcas estão investindo cada vez mais nesse recurso, atingindo seu público alvo e possíveis consumidores. É possível fazer transmissões ao vivo e após elas terminarem, o Instagram permite que eles fiquem durante 24 horas disponíveis para os usuários terem acesso, como os vídeos e fotos postados dessa forma.

Chatbots agilizando o atendimento ao cliente

Os chatbots são sistemas de interação entre consumidores e empresas, ainda considerados uma novidade, porém a realidade é que diversas empresas já estão desfrutando dos benefícios dessa tecnologia. Em 2018 podemos esperar que as conversas com estes chatbots evoluirão para uma interação aprimorada, com respostas rápidas e maior precisão.

É fundamental que as estratégias de comunicação estejam alinhadas de acordo com essas mudanças e seja adaptável caso seja necessário. Cerca de 20% de todo o montante investido em publicidade no planeta já estão nas mãos do Google e Facebook.

A verdade é que o investimento em criações únicas será maior do que nunca, pois essa forma de comunicação e interação tem recebido feedback muito positivo pelo público, gerando mais engajamento e envolvimento com as marcas.

escopo imagem blog due

Vendas eficazes: ciência de dados aponta clientes em potencial

Um universo que até pouco tempo parecia muito distante, invadiu nossas vidas e, claro, o marketing. Informações, dados, conhecimento vêm substituindo, pouco a pouco, o que antes eram opiniões ou expectativas de especialistas em comunicação e negócios. A era do Big Data deixou de lado o empirismo e abriu espaço às análises e estatísticas. Esse fenômeno, ainda em estágio muito primário, vem ganhando força nas novas ações de marketing.

É a partir das análises e cruzamento de dados sobre setores, grupos, instituições, movimentos de mercado, tendências, que a forma de comunicar vem mudando radicalmente. Munidos de informações, fica mais evidente o comportamento de compra, desejos e estilo de vida do consumidor.

Técnicas utilizadas por especialistas – os cientistas de dados, têm ajudado a avaliar riscos, descobrir movimentos do mercado, prever cenários da economia e mapear potencias compradores. Com posse de informações tão estratégicas, equipes comerciais e de marketing podem ficar cada vez mais informados e assim se comunicar de forma mais eficiente e produtiva. O entendimento do consumidor pode beneficiar a mídia e a criatividade. Campanhas se tornam mais efetivas, estratégias e assertivas.

Essa nova metodologia descortinou um universo infinito de possibilidades. No âmbito dos negócios, ela passa a ser fundamental para atingir relevância, eficiência e escalabilidade de maneira rápida e sustentável.