Assessoria_banner

A hora e a vez da Assessoria de Imprensa

O avanço do meio digital, as redes sociais, a crise editorial, a crise financeira e dezenas de outros argumentos haviam decretado a morte de uma das principais e mais valiosas ferramentas do marketing: a assessoria de imprensa. As companhias começaram a duvidar de sua eficácia, muitos empresários torciam o nariz, outros refutavam.

E, de fato, a internet e as redes sociais impulsionaram a velocidade com que a mensagem passou a circular e a forma como as informações impactavam no consumidor através desses novos canais. Assim, criou-se a falsa impressão de que a assessoria de imprensa não fazia mais sentido no cotidiano de pequenas a grandes empresas.

Acontece que agências e assessores de imprensa não souberam se adaptar aos novos tempos. Ao transitar pelo mundo online, simplesmente não adequaram métodos, sistemas e métricas de desempenho. E pior: continuavam aplicando – para não dizer se limitando – a metodologia de trabalho do mundo físico, leia-se jornais e revistas. Resultado: nunca funcionou!

Mas, no frigir dos ovos esse braço importante na estratégia de comunicação das empresas nunca morreu. Quem se adaptou sabe que houve uma mudança de nomes. O que antes chamávamos de release agora se transfigurou para ‘conteúdo’. Um release pode ser um vídeo para o Youtube, pode ser um texto com infográficos; uma sugestão de pauta para os veículos pode vir repleta de hashtags ou em um tweet. O approach com a grande mídia agora é feito pelo whats app. Mas, o objetivo é simplesmente o mesmo: transmitir uma mensagem de seu cliente para o mercado.

Essa nova engenharia da comunicação corporativa aconteceu de forma tão rápida e abrupta que causou uma reviravolta nas agências, fez assessores tomarem um grande susto. E sejamos honestos: foi uma mudança tão veloz que ainda nem foi bem assimilada pelo mercado. Mas, quem enxerga mais longe sabe que descartar essa ferramenta é abrir mão de uma estratégia que faz correr conteúdo em todas as mídias até chegar ao público final.

Ouso dizer que com toda essa reviravolta, chegou a vez e o momento de glória da Assessoria de Imprensa. Com tanta diversidade de canais, plataformas e formadores de opinião por todos os lados, é o assessor que saberá criar, conduzir o melhor conteúdo, eleger os melhores canais e determinar o que é relevante na comunicação da marca. Afinal, você sabe: estamos lidando com um público que cada vez mais escolhe o que quer ler, ouvir e assistir.

 

Tiago Costa

Jornalista, especializado em Comunicação Corporativa, é sócio da Agência DUE. Tem experiências em relações com a mídia em áreas como indústria, turismo, gastronomia, entretenimento e outras. Atua na área há 15 anos e tem em sua bagagem profissional experiência para empresas, setor público, feiras e eventos, incluindo atuação com a mídia em países da América Latina e Europa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *